A fim de instruir sobre as melhores maneiras de ingressar na advocacia e inspirar os jovens advogados a focar na carreira, a Comissão de Apoio ao Advogado Iniciante (CAAI) elaborou um ciclo de palestras com grandes nomes do Direito. Na noite desta quarta-feira (22), a Seccional recebeu o ex-secretário jurídico do Supremo Tribunal Federal e ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral, Roberto Rosas.

Juliano Costa Couto, presidente da OAB/DF, se disse muito satisfeito pela Comissão de Apoio ao Advogado Iniciante trabalhar duro para receber e encaminhar bem os novos juristas. Além disso, o presidente ressaltou sua grande estima pelo ministro. “Cada um que passa por aqui dá uma enorme contribuição para a OAB/DF. Receber Rosas na Casa é confirmar a certeza de que estamos fazendo o nosso melhor para passar aos jovens advogados bons exemplos da profissão”.

Em sua explanação, Roberto Rosas fez um apurado sobre a sua carreira. Segundo ele, o diferencial é boa conduta. “Devemos trabalhar sempre em busca do aprimoramento profissional, este é um ponto básico. Além disso é essencial a ética e o respeito”, pontuou.

Ao responder sobre os nichos que são interessantes para o advogado do futuro se aperfeiçoar, Rosas aconselhou o Direito Ambiental. “Hoje temos muito ambiente e poucos ambientalistas, é importante porque tudo mexe com esta área. O jovem advogado está em uma situação muito boa em relação a solução de conflitos, conciliação, mediação e arbitragem, também são áreas boas para se aperfeiçoar”, concluiu.

Tiago Santana de Lacerda, presidente da CAAI, contou que esta foi uma das palestras mais esperadas pelos membros da Comissão. “Há tempos estávamos tentando trazer Rosas para contarmos um pouco mais de sua experiência. É sempre um prazer ouvir os conselhos de alguém tão bem sucedido na carreira”.

Polyana Mendes Motta, presidente da Comissão de Direito Notarial e de Registros Públicos, foi uma das responsáveis por intermediar a vinda de Rosas para palestrar na Seccional. “Acredito que quando Rosas compartilha sua história traz vontade de crescer a quem escuta. Vencer na advocacia não é fácil, mas dá para perceber que quando se tem determinação e se trabalha duro, o sucesso chega”.

Também compuseram a mesa do evento a vice-presidente da Comissão, Marina Gondin;  o secretário-geral, Filipe Bianchini, o secretário-geral adjunto, Lucas Azoubel e a secretária-geral, Marcela Furst.