Mais de 75 novos advogados receberam suas carteiras, nesta quarta-feira (6), em solenidade na sede da Seccional. Com palavras de incentivo, o presidente da Seccional, Juliano Costa Couto, afirmou que “o medo não pode deter nossa caminhada, o medo não pode nos afligir na prévia de uma sustentação oral de modo a comprometer ou impedi-la, o medo tem que fazer com que nós nos preparamos da melhor forma possível para os enfrentamentos.”

O paraninfo, professor e conselheiro seccional, Cristiano Fernandes, relatou que vivendo uma advocacia ética os novos advogados estarão assegurando o próprio sucesso. â€œNão se esqueçam que o homem é aquilo que ele pensa que é, e que ter humildade é um grande segredo para ser tornarem grandes e fortes na profissão”.

 

Nauê Bernardo, orador desta solenidade, destacou o período complicado pelo qual passa o país. “E neste momento crítico para o nosso presente e o nosso futuro, estamos diante de rara oportunidade de adentrar e conduzir grandes debates necessários, no pape de advogados e cidadãos, com conhecimento e prerrogativas que nos imbuem de imensa responsabilidade com nossas opiniões e manifestações”, disse. “Podemos sonhar em concretizar futuro onde a justiça seja aplicada de forma adequada. Onde possamos abraçar, de uma vez por todas, fraternidade em seu real sentido”.

Também compuseram a mesa da solenidade o secretário geral da OAB/DF, Jacques Veloso; o conselheiro federal Severino Cajazeiras; o ouvidor da OAB/DF, Paulo Alexandre; os conselheiros Seccionais, Elaine Starling, Ildecer Amorim, Antonio Rodrigo, Fernando de Assis, Ronald Barbosa, Rafael Favetti; o presidente da Subseção de Ceilândia, Edmilson Francisco; o presidente da Subseção do Gama e Santa Maria, Amaury Santos; o presidente da Subseção do Núcleo Bandeirante, Sebastião Duque; o presidente da subseção de Taguatinga, Lairson Bueno; o presidente em exercício da subseção de Paranoá, Valcides José; a secretária-geral do Tribunal de Ética e Disciplina, Renata Viana; o ex-presidente da Subseção de Taguatinga, Sérgio Antonni; o ex-vice-presidente da Subseção de Ceilândia, Gerson Wilder; os ex-conselheiros da OAB/DF Délio Lins e Silva Junior e Humberto Barbosa; e os advogados Sérgio Antonio e Alexandre Henrique de Paula.