O presidente da OAB/DF, Délio Lins e Silva Junior, acompanhado dos integrantes da Comissão da Advocacia Pública Federal, reuniu-se com o ministro Advogado-Geral da União, André Luiz de Almeida Mendonça, na tarde desta sexta-feira (08), para apresentar a gestão e alinhar ações em favor da advocacia do Distrito Federal e extensiva a todo país.

O presidente da OAB relatou que, durante toda campanha que resultou na eleição da atual gestão, a diretoria teve a postura de incluir representantes de todos os setores para que nenhum segmento da advocacia ficasse sem representação. “Tanto a advocacia pública quanto a privada fazem parte da nossa gestão, e a Advocacia-Geral da União também está representada”, informou.

O ministro André Luiz de Almeida Mendonça ouviu a apresentação do presidente da OAB/DF e também dos integrantes da Comissão da Advocacia Pública Federal, Adriano de Avila Furiati, presidente; Lilian Barros de Oliveira Almeida, vice-presidente; Gustavo Ferreira Alves, secretário-geral e Guilherme Lazarotti de Oliveira. Na análise do ministro, a atual gestão à frente da OAB, embora recente, já trouxe ao advogado liberdade de comunicação e proximidade com a Ordem.

“Em todos meus anos de carreira, nunca enxerguei a OAB como uma entidade que pudesse ajudar diretamente o advogado. Já mudei minha visão e coloco a AGU à disposição da Ordem para todas as parcerias que forem importantes. Inclusive, farei minha transferência para o DF nas próximas semanas”, anunciou Mendonça.

As duas entidades decidiram trabalhar em uma campanha de motivação para que os advogados que trabalham na AGU se filiem ou transfiram seus registros para a Seccional do Distrito Federal. “A ideia é simples: trazer os advogados lotados em Brasília para a OAB/DF. Simples, mas de grande importância para nós”, afirmou Délio.

Para finalizar, o presidente da OAB/DF colocou novamente a entidade à disposição da AGU. “Nós representamos todos os advogados e estamos dispostos a trabalhar e defender os direitos de nossa classe”, concluiu.