Em busca de oferecer atendimento personalizado para a advocacia, a Seccional do Distrito Federal se reuniu, na última sexta-feira (10), com a procuradora-geral da Procuradoria Geral do Distrito Federal (PGDF), Paola Aires, para tratar de uma parceria a fim de criar uma sede de atendimento da PGDF dentro da Seccional. Com isso, a advocacia do DF terá um atendimento personalizado e célere na solução de suas demandas. Hoje a Seccional já conta com atendimento da Receita Federal e do INSS, veja como acessar.

Para Jacques Veloso de Melo, secretário-geral da OAB/DF, “a ideia é criar dentro da Ordem uma central de atendimento que reúna todos os serviços públicos e promova um atendimento personalizado ao advogado”.

Manoel Arruda, conselheiro seccional, considerou a reunião mais um passo para o pronto atendimento e respeito à dignidade dos advogados brasilienses. “A OAB/DF lutará diariamente pela facilitação do acesso e desburocratização da relação entre o advogado e a Administração Tributária. Muito em breve, por meio dos inúmeros convênios que a OAB/DF está celebrando com diversas Entidades Públicas, nossa Casa será um grande centro de atendimento às demandas da Advocacia”.

Para Erich Endrillo, conselheiro seccional e presidente da Comissão de Assuntos e Reforma Tributária, “o encontro foi muito importante porque é uma tentativa da OAB de fazer um convênio com a Procuradoria do DF e, se possível, com a Secretaria de Fazenda para que o advogado possa ter atendimento prioritário em suas demandas”.

Para o vice-presidente da Associação dos Procuradores do Distrito Federal (APDF) e presidente da Comissão de Advocacia Pública do Estados e do Distrito Federal da OAB/DF, conselheiro seccional Renato Leal, a iniciativa vai facilitar muito o trabalho dos advogados “ao centralizar todos os serviços dos órgãos públicos na OAB. Será mais acessível e desafogará os serviços da procuradoria, ganhamos dos dois lados”.

Paola Aires, procuradora-geral da Procuradoria Geral do Distrito Federal, destacou que “a ideia é inovadora e bastante interessante para as duas partes e vai agilizar o atendimento ao contribuinte, que é nosso cliente final, e minimizar nossos gastos com pessoal, transferindo o atendimento específico na OAB. Isso vai desafogar o serviço e agilizar o atendimento aos advogados”.

Ficou decidido que a Seccional e a PGDF vão criar, em conjunto, uma forma de viabilizar a parceria o mais rápido possível.

Também participaram da reunião o  presidente da APDF, Carlos Augusto Valenza Diniz; a procuradora adjunta, Karla Motta e o procurador-chefe da Procuradoria Fiscal (PROFIS), Guilherme Pereira Dolabella Bicalho.