Sensibilizada com o alto número de demandas levadas ao Juizado Especial Cível criado no novo Fórum de Águas Claras, a Seccional da OAB do Distrito Federal oficiou o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) para que seja criado um segundo Juizado Especial.

Recentemente, em resposta à reunião realizada em dezembro com a presidência do Tribunal, a Corregedoria do Tribunal de Justiça informou que a questão da criação do Juizado do Segundo Especial Cível já está sendo objeto de deliberação em Procedimento Administrativo em curso no Tribunal, aguardando deliberação da Secretaria de Recursos Orçamentários e Financeiros (SEOF).

Juliano Costa Couto, presidente da OAB/DF, destaca que a Ordem acompanhará de perto a criação por entender que a demanda é importante para atender os advogados que ali militam. “Trata-se de medida que se impõe para dar agilidade na resolução de processos e trazer dignidade à população que verá seus direitos serem solucionados mais rapidamente e, sobretudo, para manter o pressuposto de origem que conduziu à criação dos juizados especiais, sob pena de transformar em regular o que foi criado para ser especial”.