Brasília, 7/8/2015 – Em reunião realizada nesta quinta-feira (7), a Seccional da OAB/DF aprovou por unanimidade a nova tabela de honorários advocatícios, que passa a vigorar para todo o Distrito Federal. A tabela (Resolução nº 4/2015) confere dignidade à classe por meio de uma justa remuneração pelos serviços profissionais prestados. Uma das inovações da tabela é a inclusão do serviço de diligências e audiências.

Segundo o presidente da Seccional, Ibaneis Rocha, os valores foram definidos a partir de um amplo estudo da nova realidade profissional no DF e de modo a assegurar parâmetros confiáveis para fixação dos honorários cobrados.

Jacques Veloso presidiu uma Comissão de conselheiros criada para apresentar o texto da nova tabela. “É sempre importante que a Ordem esteja atenta e se posicione atualizando, inclusive ,a tabela de honorários para atender os novos mercados”, apontou. “Ela vem esmiuçando melhor as áreas de trabalho e se preocupando com o advogado correspondente, que é um mercado significativo para quem está começando na advocacia”.

Segundo Veloso, a nova tabela ainda contempla as advocacias previdenciária e tributária. Leonardo Mundim, membro da Comissão que redigiu a nova tabela, disse ainda que “a nova tabela contempla novos leques de atuação dos advogados e serve de referência para magistrados determinarem honorários”.

O secretário-geral adjunto Juliano Costa Couto preside a Comissão de Honorários da Seccional, a qual sugeriu a criação da nova tabela para o Conselho Pleno. Para ele, a nova tabela visa facilitar a vida do advogado na instituição dos seus honorários. “Promovemos o redirecionamento de valores mínimos, inserção de novas ações e a importante tabela de diligências, tão desejada pela jovem advocacia”.

Confira a nova tabela

Comunicação social – jornalismo
OAB/DF