Com o objetivo de promover debates sociais sobre temas atuais e polêmicos relacionados ao Direito das Famílias e suas interlocuções, bem como a interlocução deste com demais áreas do Direito e da Psicologia, o Instituto Brasileiro de Direito das Famílias do Distrito Federal (IBDFAM/DF) promoveu, nos últimos dias 8 e 9 de junho, o VII Congresso de Direito das Famílias. O evento que contou com a a presença da ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal, para fazer a palestra de abertura. O congresso contou com 14 painéis ao longo dos dois dias.

A vice-presidente da OAB/DF, Daniela Teixeira, salientou que o ramo do Direito de Família foi o que mais evoluiu nos últimos 30 anos, gerando grandes mudanças na sociedade brasileira como o reconhecimento dos filhos fora do casamento e o casamento homoafetivo. “Essas conquistas todas se devem aos advogados de família, que foram os primeiros a acreditar nessas teses”, disse.

Liliana Marquez, presidente do IBDFAM/DF e conselheira da OAB/DF, destacou que o Congresso proporcionou o encontro de grandes juristas para discussão do Direito das Famílias e Sucessões e suas interlocuções com as demais áreas do direito e da psicologia, tanto na área acadêmica quanto na prática. “Foram abordados temas atuais de interesse da sociedade, especialmente dos operadores de direito, com o objetivo de fomentar o debate proporcionando uma reflexão sobre o passado, presente e futuro”, ressaltou.

A presidente do IBDFAM enfatizou também que de cada ramificação foram convidados palestrantes de destaque no tema, inclusive com a participação de palestrantes internacionais.