Brasília, 14/02/2011 – O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) foi premiado como a melhor agência de 2010 nas Américas. A Global Competition Review, organizadora da premiação, é a mais reconhecida publicação na área de defesa da concorrência e acompanha o trabalho de agências em todo o mundo. Mais de 1,5 mil assinantes da revista participaram da votação. “Eles reconheceram o esforço que o Brasil e todos os países em desenvolvimento estão fazendo nessa área”, afirmou o presidente interino do CADE, Fernando Furlan. A cerimônia de premiação foi na sexta-feira (04/02), em Miami, nos Estados Unidos.

Segundo o presidente da Comissão de Defesa da Concorrência da OAB/DF, Alexandre Bastos, “este prêmio é resultado do bom trabalho que o órgão vem desenvolvendo desde 1996, juntamente com as duas outras Secretarias (de Direito Econômico, do Ministério da Justiça, e de Acompanhamento Econômico, do Ministério da Fazenda) que compõem o Sistema Brasileiro de Defesa da Concorrência (SBDC). Os advogados que ali militam têm grande contribuição nesse êxito, pois além de participarem de suas atividades, estão sempre atuando e opinando sobre os mais variados temas inerentes ao Direito da Concorrência”.

Na categoria Américas, o CADE competiu com a Divisão Antitruste do Departamento de Justiça dos Estados Unidos e o Bureau da Concorrência do Canadá. O Conselho também concorreu na categoria “Caso de Aplicação da Lei do Ano”, com a condenação do Cartel dos Gases, em setembro de 2010. Na mesma categoria, concorreram a Comissão da Concorrência da África do Sul e o Office of Fair Trading do Reino Unido. De acordo com a revista, em 2010, o CADE melhorou em eficiência e efetividade, é transparente e toma decisões técnicas.

Thayanne Braga
Assessoria de Comunicação – OAB/DF