A noite desta quarta-feira (7) começou com uma homenagem ao advogado e jurista José Gerardo Grossi, que passa a nomear o plenário que fica localizado no mezanino da Seccional. A esposa, Maria Adelaide, e o filho, Antônio Miguel Grossi, prestigiaram a solenidade. Em rápido discurso, o presidente da OAB/DF, Juliano Costa Couto, destacou que Grossi foi “conselheiro da OAB, ministro do TSE, professor da UNB, brilhante advogado criminalista que diversas vezes se destacava pelo seu amplo conhecimento jurídico em defesa das liberdades”.

Após a solenidade, o presidente da Seccional compôs a mesa de abertura do Seminário sobre o Novo Código de Processo Penal e alertou sobre a importância da advocacia no momento político que o país enfrenta. “Fico preocupado com o novo Estado que teremos nos próximos quatro anos que aumentará ainda mais os desafios da advocacia. Esses mesmos desafios, no entanto, trarão a benesse de unir a advocacia num só discurso progressista em prol do que a advocacia entende ser o melhor para a dignidade da pessoa humana”.

O ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal Sepúlveda Pertence foi convidado a compor a mesa não apenas como jurista, mas como grande amigo de Grossi, momento em que salientou a importância do homenageado e de sua trajetória pela democracia. “Nesses tempos estranhos que estamos a viver, Grossi teve sua última atuação na defesa do líder popular e ex-presidente Lula, que da prisão enviou uma mensagem de gratidão pelos serviços de advocacia prestados e pela sua grandeza como cidadão”.

O ex-procurador-geral da República Aristides Junqueira ressaltou a importância de Grossi como amigo e como jurista para a trajetória democrática do país. “Eu tenho orgulho de ter sido amigo de Grossi o que me enche de orgulho. Ele foi uma figura tranquila, serena e combatente. As últimas palavras que ficam são a saudade e a reverência”.

José Gomes, presidente da Comissão de Ciências Criminais da OAB/DF, destacou que, “apesar da tristeza, não poderia deixar de prestar uma homenagem a esse nobre jurista. Homenagem mais que merecida”, afirmou.

Palestras – O Seminário foi marcado pela palestras de renomados especialistas da área: José Eduardo Cardozo, ex-Ministro da Justiça; Danilo Forte, deputado federal e presidente da Comissão do Novo Código de Processo Penal (NCPP) na Câmara dos Deputados; Roberto Podval, criminalista e Mestre em Direito pela Universidade de Coimbra; Andressa Miquelini Lack, advogada e Mestranda em Direito; João Campos, deputado federal e relator da Comissão do NCPP na Câmara dos Deputados; Eugênio Pacelli de Oliveira, relator-geral da Comissão de Juristas do NCPP no Senado Federal; Pierpaolo Cruz Bottini, advogado criminalista, Doutor e professor da USP; Michel Saliba, advogado criminalista e presidente da ABRACRIM/DF; e Marília Fontenele, advogada Criminalista, Mestranda e Professora do IDP.